SIC detém rede de supostos profetas no Cunene

O Serviço de Investigação Criminal no Cunene prendeu uma rede de supostos falsos profetas que se dedicavam a cura de doenças em Ondjiva, Cunene.Na operação foi detido o suposto profeta e duas supostas medicas espirituais.

13 Fev 2020 / 14:04 H.

“Os acusados cometeram o crime de profissão titulada, dizem que têm o poder de diagnosticar e curar, quando isso tem que ser feito por hospitais legais e não por estas pessoas”, referiu o Director-Adjunto do SIC Cunene, Armando Kapata Agostinho citado pela Televisão Pública de Angola (TPA).

“Os acusados serão entregues ao Ministério Público e alertamos as demais igrejas que dizem professar a palavra de Deus, que procurem somente realizar aquilo que vem estritamente na sagrada escritura bíblica e não em invenções de outras actividades que por sinal não estão com autorização legal de o exercer”, alertou.

Temas