SIC detém cidadã chinesa por falsificação de vistos de trabalho

Uma cidadã chinesa, de 53 anos de idade, foi detida nesta terça-feira pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no bairro Patrice Lumumba, distrito urbano da Ingombota, em Luanda, acusada de falsificação de vistos de trabalho e transferência ilícita de valores monetários para o exterior.

Luanda /
16 Dez 2020 / 10:35 H.

Em declarações à imprensa, hoje, quarta-feira, o porta-voz do SIC nacional, superintendente-chefe prisional Manuel Halawia, informou que a detenção resultou de um trabalho de investigação iniciado em Novembro passado, que culminou com a emissão de um mandato de buscas e consequente apreensão de material diverso na residência da acusada.

Foram apreendidos no interior da residência, segundo a fonte, 18 passaportes de cidadãos chineses, cinco dos quais com vistos falsos de trabalho de supostas empresas de direito angolano, 12 blocos de facturação, comprovativos de transferências realizadas a margem do circuito bancário, 119 modelos de emissão de visto, e 239 talões de depósitos bancários.

Acto contínuo, foram apreendidos 15 mil 781 USD norte-americano, quatro mil rands sul-africano, 940 mil Kz, mil 700 renminbi (moeda chinesa), bem como um cofre fechado, cujo conteúdo está por determinar, três computadores e quatro máquinas de conferir dinheiro.

O porta-voz do SIC nacional informou que a cidadã em referência foi no mesmo dia, terça-feira, apresentada ao Ministério Público, que determinou a sua prisão preventiva, pelo que foi encaminhada para o estabelecimento prisional de Viana.