Prevista a recolha de mais de mil amostras em Catoca

Técnicos de saúde afectos à comissão provincial da Lunda-Sul de resposta à COVID-19 prevêem recolher amostras de cerca de 1500 trabalhadores da Sociedade Mineira de Catoca, devido a notificação de 15 novos casos na vizinha mina do Luaxe, sob cerca sanitária há quatro dias.

Luanda /
15 Jan 2021 / 10:45 H.

Segundo apurou o Jornal de Angola, a estratégia visa facilitar os dados necessários sobre a evolução e os eixos que a cadeia de transmissão segue, de modo a afinar estratégias de combate e contornar o risco da circulação comunitária local.

No último sábado, depois de notificados novos casos da testagem feita a 35 profissionais da comunicação social, centenas de efectivos da Polícia Nacional e de algumas instituições públicas, a comissão decidiu administrar medicação aos casos positivos com sintomas da doença e aos assintomáticos manté-los em quarentena. O coordenador da Comissão Multissectorial da Lunda-Sul para a COVID-19, Viegas de Almeida, afirmou que, para o sector da Educação, o processo de testagem em massa prevê abranger 500 professores de diversas escolas.

Além de anunciar a preparação de condições para actuar no mercado informal de Candembe, arredores da cidade de Saurimo, onde a afluência diária de vendedores e clientes aumenta a probabilidade de contágio pela COVID-19, Viegas de Almeida considerou assustador o agravamento da realidade na província. Com menos de 100 casos há mais de um mês, a Lunda-Sul passou para 235 casos. Entretanto, devido o empenho das equipas de saúde foi possível recuperar 174 pacientes, embora tenha havido o registo de três óbitos.

Viegas de Almeida lamentou a violação sistemática das medidas de biossegurança decretadas pelas autoridades para fazer face ao Estado de Calamidade que pesam no agravamento da situação vigente. A título de exemplo, apontou que dezenas de cidadãos circulam sem máscara de protecção na via pública e os ajuntamentos nos mercados, lojas e locais de convívio.

"As forças da ordem e segurança procuram cumprir com a sua missão, mas só a consciência do cidadão pode facilitar ou dificultar o alcance das metas definidas, independentemente da coacção”, disse. Em busca das melhores vias para combater a pandemia, as autoridades têm, igualmente, promovido ciclos de capacitação aos técnicos da saúde, jornalistas, entre outros segmentos profissionais, na sede capital e no interior da província.