Polícia recebe formação contra o tráfico humano

Agentes da Polícia Nacional participam, nesta quinta-feira, no Instituto Superior de Ciências Policiais Osvaldo Serra Van-Duném, em Luanda, numa formação para o combate ao tráfico de seres humanos.

Luanda /
30 Jul 2020 / 10:18 H.

A formação é a última de quatro palestras promovidas, este mês, pelo Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, em parceria com os Serviços Jesuítas para os Refugiados. O acto será presidido pelo ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, e enquadra-se nas comemoração do Dia Internacional contra o Tráfico de Pessoas, que se assinala a 30 de Julho.

A formação tem como objectivos divulgar e promover o combate ao tráfico de seres humanos, bem como reforçar as acções levadas a cabo pelo Governo no sentido de prevenir e combater o tráfico de pessoas. Faz ainda parte dos objectivos a divulgação e promoção da implementação do Plano de Acção Nacional Para Prevenir e Combater o Tráfico de Seres Humanos em Angola e a Estratégia Nacional dos Direitos Humanos.

Uma nota do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos refere que a cerimónia encerra com a configuração de um Coração Azul com os participantes, no marco da Campanha Coração Azul de Combate ao Tráfico de Seres Humanos, das Nações Unidas. O foco é a formação e capacitação de quadros nacionais e parceiros estratégicos.

Na palestra realizada no dia 17, a secretária de Estado para os Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste Januário destacou a importância do papel dos profissionais de Saúde e assistentes sociais na identificação de eventuais vítimas de tráfico humano. Ana Celeste Januário disse que aqueles profissionais mais facilmente conseguem identificar, nas vítimas, casos de tráfico.