PGR manda prender administrador de Benguela por suspeita de corrupção

O administrador municipal de Benguela, Carlos Guardado é suspeita de cometer crimes de corrupção, peculato e tráfico de influência.

12 Jan 2020 / 12:57 H.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) emitiu um mandado de detenção contra o administrador municipal de Benguela, Carlos Guardado, por suspeitas de corrupção, peculato e tráfico de influência.

Segundo VOA, o antigo director provincial da Hotelaria e Turismo, João Bernardo Kudy, enquanto funcionário da Administração Municipal de Benguela, terá sido detido também por suspeita dos mesmos crimes.

Temas