Pacientes do Hospital Sanatório de Luanda são transferidos para as novas instalações

Os 73 pacientes que estavam internados nas antigas instalações do Hospital Sanatório de Luanda já se encontram nas novas enfermarias, com a transferência, ontem, dos últimos sete, de acordo com o director do Gabinete de Comunicação Institucional da unidade, Carlos Pedro.

Luanda /
15 Jan 2021 / 15:48 H.

O processo iniciou com a transferência dos primeiros 66 pacientes, na quarta-feira, durante a visita da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta. O objectivo é garantir melhores condições clínicas e de acomodação a todos os pacientes. Carlos Pedro disse, ao Jornal de Angola, que os demais serviços das antigas instalações do Hospital Sanatório de Luanda vão ser transferidos à medida que as obras forem avançando. A previsão é de que, até ao dia 25, todos os serviços sejam transferidos.

Na visita para constatar o grau de execução das obras, a ministra da Saúde disse ter gostado do que viu. Silvia Lutucuta afirmou que "as obras decorrem a bom ritmo e que as partes técnicas estão bastante avançadas”, o que "mostra seriedade do empreiteiro em respeitar os prazos”. De acordo com a ministra, os doentes estão agora bem instalados, porque as novas enfermarias, com capacidade para 182 camas, têm melhores condições de internamento e os profissionais podem trabalhar melhor.

Silvia Lutucuta prometeu empenho do Ministério da Saúde para que a estrutura antiga beneficie, também, de obras de reparação e ampliação, adequando assim a unidade sanitária às necessidades reais do País. Depois do Hospital Sanatório de Luanda, Sílvia Lutucuta passou pelo Centro Ortopédico de Viana, Dr. António Agostinho Neto, que conta com uma fábrica de próteses e órteses, além do Instituto Oftalmológico de Luanda e do Hospital Pediátrico de Luanda.