Moradores do edifício 27 do Sequele regressam aos apartamentos

Moradores do edifício 27, Bloco-2, da Centralidade do Sequele, município de Cacuaco, em Luanda, desalojados depois da explosão num apartamento, na quinta-feira (8), poderão regressar às suas residências nas próximas horas.

Luanda /
12 Out 2020 / 12:33 H.

Depois do acidente, peritos do Fundo de Fomento Habitação, Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB) e da empresa construtora da cidade fizeram uma avaliação à estrutura do edifício.

Para o efeito, as dez famílias foram alojadas, temporariamente, numa escola do ensino geral.

O administrador distrital adjunto para a área técnica e infra-estruturas, Evandro Paim, disse que os peritos deram “luz verde” ao regresso das famílias aos apartamentos, tendo em conta que a explosão não afectou a estrutura do edifício.

O acidente, causado por fuga de gás, provocou, parcialmente, danos no apartamento onde houve a explosão e arrancou portas e janelas nos demais.

“Hoje está a ser feita a limpeza dos apartamentos, com a retirada do lixo provocado pela explosão”, sublinhou.

Alguns moradores alegam que o tempo não é suficiente para a realização dos estudos. “Temos que ter a certeza de que devemos voltar em segurança e deve haver um compromisso caso haja algum perigo na estrutura do edifício”, disseram os moradores.

A perícia concluiu que a explosão foi provocada por uma fuga de gás.

Na sequência da explosão, ficou gravemente ferido um homem, que se encontra a receber tratamento médico numa unidade hospitalar.

Temas