Ministra quer dinamismo no combate à pobreza

A governante recomendou aos administradores municipais a incluírem às famílias vulneráveis em actividades geradoras de renda, para garantir o seu auto-sustento e, assim, reduzir o índice de pobreza na região.

17 Ago 2019 / 22:40 H.

A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher orientou ontem, na província de Malanje, os administradores municipais a serem mais dinâmicos e criativos na execução do projecto de combate à pobreza.

Faustina Alves fez esta exortação quando intervinha num encontro realizado na municipalidade de Quiuaba Nzoji, com os administradores dos 14 municípios da província de Malanje, cujo objectivo foi analisar os resultados do Programa de Desenvolvimento Local e de Combate à Pobreza.

A governante recomendou aos administradores municipais a incluírem às famílias vulneráveis em actividades geradoras de renda, para garantir o seu auto-sustento e, assim, reduzir o índice de pobreza na região.

Para tal, ressaltou, deve-se fazer o levantamento do número real de pessoas em situação de vulnerabilidade para, posteriormente, criar-se planos precisos e eficazes de apoio a esta camada da população.