Lunda Sul: Saurimo necessita de 90 MW de energia

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, disse que sector eléctrico no município de Saurimo, província da Lunda Sul, necessita de pelo menos 90 megawatts, para cobrir os bairros que não estão electrificados e fazer face ao crescimento da actividade económica.

Angola /
14 Ago 2019 / 12:38 H.

Ao falar à imprensa, no quadro da visita de trabalho de dois dias que efectua a Lunda Sul, o ministro disse ainda que os bairros que estão sem energia eléctrica vão ter que esperar pela conclusão da central térmica do Nhama, com a capacidade de 20 megawatts, prevista para Setembro.

João Baptista Borges explicou que uma outra solução encontrada para electrificar a cidade de Saurimo passa pela instalação de parques fotovoltaicos, com capacidade de 20 megawatts, para a médio prazo atender os bairros periféricos.

Quanto ao projecto de construção da Hidrochicapa 2, está apenas elaborado na vertente da engenharia. “Mas Temos várias solicitações de investidores privados para a construção da mesma, neste momento estamos no processo de discussão das condições para a sua realização”, afirmou.

Dizer que a província apenas dispõe de 16 megawatts que são produzidos pela Barragem Hidroeléctrica do Chicapa, não corresponde para atender a demanda, para uma população estimada em mais de 432 mil e 548 habitantes.

A energia consumida em Saurimo é proveniente das centrais térmicas do Txicumina (5 megawatts) e da Greco (11 megawatts), sendo que a barragem hidroeléctrica do Chicapa 1, com uma capacidade de 16 megawatts, disponibiliza apenas quatro MW para a cidade.