Instituto no SIAC considerado “ganho”

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, considerou um "grande ganho" os serviços do Instituto das Comunidades Angolanas no Exterior e Serviços Consulares (ICAESC) em funcionamento nas dependências do SIAC (Serviço Integrado de Atendimento ao Cidadão).

Luanda /
14 Set 2020 / 13:49 H.

O reconhecimento foi manifestado no fim de uma visita de constatação sobre o funcionamento destes serviços nos municípios de Talatona, Cazenga e Cacuaco. Os serviços, referiu, enquadram-se no programa do Executivo no âmbito da descentralização e desconcentração da administração do Estado e a simplificação dos actos públicos, com vista a alargar a capacidade de resposta à extensão dos serviços externos do Ministério das Relações Exteriores.

Depois de inteirar-se das dificuldades e necessidades do Instituto, o responsável sublinhou que "a presença do ICAESC no SIAC conforma a política de extensão dos serviços do MIREX, com vista a responder às solicitações dos cidadãos, quer sejam nacionais ou estrangeiros, que diariamente nos procuram com diversas preocupações".

Durante a visita, o chefe da diplomacia foi informado sobre o funcionamento de outros departamentos e serviços do SIAC, designadamente Registo Civil, Viação e Trânsito, Banca, sobretudo os modelos e as modalidades de horários de atendimento ao público. A deslocação enquadra-se num programa de visitas de constatação que o ministro vem efectuando aos distintos órgãos tutelados pelo Departamento Ministerial que dirige.

Acompanharam a visita a secretária de Estado para as Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça, o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Exterior, Domingos Custódio Vieira Lopes, o director do ICAESC, Júlio Maiato, e demais membros do Conselho de Direcção do MIREX.