Grupo técnico multissectorial analisa estratégia de reintegração dos ex-militares

O MASFAMU pretende partilhar e buscar as práticas de outros programas ou organizações para o melhor enquadramento deste grupo na sociedade, e por esta via, traçar estratégias para execução de projectos ligados à reintegração social e económica dos ex-militares.

23 Jun 2022 / 10:35 H.

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), através do Grupo Técnico Multissectorial de Reintegração dos Ex-Militares (GMRE), realiza nesta sexta-feira (24), uma reunião com objectivo de analisar o tratamento a ser dado aos efectivos a licenciar após o cumprimento do serviço militar obrigatório, segundo uma nota da instituição.

O encontro, segundo a nota, permitirá também a criação do Grupo Técnico para a elaboração dos Termos de Referência sobre o estudo.

Com a realização deste encontro, o MASFAMU pretende partilhar e buscar as práticas de outros programas ou organizações para o melhor enquadramento deste grupo da sociedade, e por esta via, traçar estratégias para a execução de projectos ligados à reintegração social e económica dos ex-militares.

Para o Executivo, um dos principais desafios e prioridades consiste na redução da vulnerabilidade socioeconómica da população, assim como assegurar a participação efectiva nos processos de crescimento através de programas Integrados de acção Social, que promovam a inclusão e coesão social produtiva das famílias e das comunidades.

No evento, o Secretário de Estado para Acção Social, Lúcio Amaral, presidirá ao acto de encerramento do 6º e último ciclo de formação de formadores para tractoristas e mecânicos das cooperativas de Ex-Militares assim como a Outorga de Certificados nas Instalações da Kaheel Agricultura situada na Zona Económica Especial.

A acção de formadores para tractoristas e mecânicos das cooperativas de Ex-militares, visa garantir o bom manuseio, preservação e segurança destes meios, que através do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Agrário (FADA), está a financiar, a aquisição dos primeiros 500 tractores de produção nacional, para beneficiar ex-militares organizados em cooperativas, numa iniciativa presidencial.