Forças de defesa e segurança chamadas à observância da Lei face as próximas eleições

A componente da educação das Forças de Defesa e Segurança é fundamental no ponto de vista moral e psicólogo, para um bom desempenho, tendo em conta o período das eleições que se avizinham no país, onde os efectivos são chamados para observância da Lei e compromisso da garantia da manutenção da paz social.

Angola /
09 Mai 2022 / 10:31 H.

O Chefe do Departamento de Asseguramento e Educação Patriótica das Forças Armadas Angolanas (FAA), Félix Geraldo, defendeu a necessidade da moralização dos efectivos das forças de defesa e segurança na correcção de procedimentos para o cumprimento eficaz das missões emanadas superiormente.

A margem da reunião metodológica dos órgãos da Direcção de Educação Patriótica da Polícia Nacional de Angola (PNA) e a distintos órgãos do Ministério do Interior que se realiza em Luanda, no auditório do Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais “General Osvaldo de Jesus Serra Van-Dúnem”, sublinhou que a componente da educação das Forças de Defesa e Segurança é fundamental no ponto de vista moral e psicólogo, para um bom desempenho, tendo em conta o período das eleições que se avizinha no País, onde os efectivos são chamados para observância da Lei e compromisso da garantia da manutenção da paz social.

Por outro lado, Félix Geraldo referiu-se sobre a relação entre a PNA e FAA, no compromisso da moralização das forças no campo da educação Patriótica com trabalhos contínuos de formação de oficiais na Escola Superior de Guerra das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Temas