Campanha arrecada 50 toneladas de bens diversos para ajudar Cuba

O coordenador da campanha revelou que os produtos a serem arrecadados, até ao dia 28 deste mês, estão a ser armazenados, num único espaço, enquanto se criam as condições para o envio a Cuba.

Luanda /
24 Out 2022 / 09:33 H.

Mais de 50 toneladas de bens diversos já foram arrecadadas, pela Associação dos Ex-Estudantes Angolanos em Cuba (Caimaneros), na campanha de solidariedade ao país do caribe, assolado pelo furacão “Ian”, no mês passado.

A informação foi avançada, em Luanda, pelo coordenador nacional da Campanha de Recolha de Donativos de Irmãos para Irmãos, Mimoso Monteiro, no acto de doação de bens alimentares e não perecíveis, feita pela Edições Novembro, empresa proprietária do Jornal de Angola.

Mimoso Monteiro considerou que a adesão de voluntários na entrega de donativos em todo o País tem sido satisfatória. Os pontos de recepção tiveram grande afluência, com destaque para a Edições Novembro.

O coordenador revelou que os produtos a serem arrecadados, até ao dia 28 deste mês, estão a ser armazenados, num único espaço, enquanto se criam as condições para o envio a Cuba.

Realçou que a ideia da campanha de solidariedade para com o povo cubano surgiu pela preocupação do amor ao próximo, uma característica que considera natural dos angolanos.

Em Cuba, estimam-se que estejam, nesta altura, cerca de três mil angolanos, na condição de estudantes.

Mimoso Monteiro garantiu que os angolanos naquele país têm estado a receber o apoio do Governo de Cuba. “A situação está sob controlo, porquanto não temos angolanos em situação de vulnerabilidade”, avançou o coordenador da campanha de solidariedade para com o povo cubano.

Temas