Angolano Sílvio Sousa falha ingresso directo na NBA

Como alternativa, o atleta poderá apresentar-se na Summer League para continuar sob observação, e jogar na G-League, em que participam clubes satélites da NBA, ou actuar na Europa, como tem ocorrido com atletas com grande potencial.

Luanda /
24 Jun 2022 / 12:17 H.

O angolano Sílvio Sousa falhou o ingresso directo na Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), por via do draft, realizado na madrugada desta sexta-feira, no Barclays Center, ginásio do Brooklyn Nets.

O Extremo-poste esteve entre mais de 200 atletas promessas das universidades dos EUA, mas não ficou nos 60 favoritos às primeiras escolhas, com base em estatísticas.

Deste modo, e já sem hipótese de ingressar no maior Campeonato do Mundo de basquetebol de clubes, Sílvio Sousa, de 23 anos e 2.06m, fica impedido de evoluir em equipas universitárias, por tornar-se profissional após opção pelo draft.

Como alternativa, pode apresentar-se na Summer League para continuar sob observação, e jogar na G-League, em que participam clubes satélites da NBA, ou actuar na Europa, como tem ocorrido com atletas com grande potencial.

Para concorrer ao ingresso na NBA, o jogador formado na escola do 1º de Agosto treinou sob orientação de Robert Yanders, coach da The Basketball Movement, uma academia de desenvolvimento de atletas.

Assim, Angola foi incapaz de repetir a proeza de 21 de Junho de 2019, quando Bruno Fernando foi escolhido pelo Philadelphia 76ers (e depois trocado para o Atlanta Hawks), na 34ª escolha do 2° round, fazendo história.