Índice de criminalidade diminuiu na Lunda Norte no último trimestre

Trezentos e trinta e sete crimes diversos foram registados de Julho a Setembro do ano em curso, na província da Lunda Norte, menos 86 em relação ao igual período do ano 2019, pela Polícia Nacional, dos quais 330 esclarecidos.

Luanda /
23 Out 2020 / 11:04 H.

Dos crimes registados, de acordo com director do gabinete de Informação da Delegação do Interior, Daniel Costa, destacam-se as ofensas corporais (86), roubos (33), posse ilícita de diamantes (14), contrabando de combustível (8) e homicídio voluntário (7) que resultaram na detenção de 481 presumíveis autores, sendo 432 nacionais e 49 estrangeiros.

Segundo o responsável, o município de Chitato, lidera o índice de criminalidade na província com 41% dos delitos, seguindo do Cuango com 19%, Lucapa com 14% e Cambulo com 13%.

Durante o período, no âmbito da “Operação Transparência”, foram detidos e repatriados 33 mil e 915 cidadãos da República Democrática do Congo por entrada e permanência ilegal no território angolano, bem como apreendidas 15 armas de fogo, 85.5 kg de estupefaciente (liamba), 30 kg de sementes de cannabis e 11 mil e 38 litros de combustível.

Daniel Costa avançou que os estrangeiros foram detidos nas zonas de exploração de diamantes, com meios e/ou materiais para a exploração artesanal de diamantes.

Disse que grande parte das detenções resultou da colaboração dos cidadãos, reiterando o apelo a população no sentido de continuarem a denunciar visando o combate cerrado da criminalidade e da imigração ilegal na província.