Governador pede celeridade nas obras do PIIM

O governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, exigiu esta terça-feira dos administradores municipais mais fiscalização para que os empreiteiros tornem célere a execução das obras em curso no âmbito do Plano Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM).

Luanda /
13 Out 2020 / 18:19 H.

Ernesto Muangala, que quer a conclusão das obras dentro dos prazos estabelecidos, fez o apelo em função do atraso e/ou morisidade na execução física de algumas empreitadas em curso nos dez municípios da província, durante a reunião da Comissão Provincial de Supervisão do PIIM.

O governante disse estar preocupado com o facto de alguns empreiteiros terem já recebido 15% do valor global das empreitadas e as mesmas registarem apenas cinco e igual número de percentagem de execução física.

"Não entendo como é que a execução financeira esteja acima da execução finaceira, alguma coisa está mal e precisa ser corrigido com urgência ", questionou.

Orientou os administradores municipais a exigir rigor às empresas fiscalizadoras para que se exija dos empreiteiros responsabilidade e cumprimento dos acordos contratuais.

"Precisamos exigir dos empreiteiros responsabilidade e rigor no cumprimento dos prazos contratuais porque temos compromisso com a população de que algumas obras podem ser inauguradas esse ano e no primeiro trimestre de 2021, sobretudo as escolas que queremos que albergam os primeiros alunos no próximo ano lectivo ", recomendou.

Na Lunda Norte estão em curso 55 projectos dos 69 inscritos, ligados à construção de escolas de 12 e sete salas de aulas, unidades sanitárias, furos de água, esquadras policiais, residências de função do tipo T3, com prazos de execução de seis, oito e um ano.

No quadro do PIIM, estão previstos um total de 69 projectos na província da Lunda Norte, cinco dos quais sob responsabilidade do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado (MATRE), orçados em 19 mil milhões, 14 milhões, 399 mil e 667 Kz.

Lançado a 27 de Junho de 2019, o PIIM é um programa avaliado em dois mil milhões USD, que abrange os 164 municípios do País.