ERCA apela a isenção e equilíbrio dos jornalistas em fase eleitoral

ERCA insta os órgãos de comunicação social e os profissionais para que sejam verdadeiros intermediários entre os actores políticos e a sociedade.

Luanda /
12 Mai 2022 / 11:47 H.

A Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA) apelou, ontem, à classe jornalística ao equilíbrio na cobertura da actividade político-partidária.

Em nota de imprensa, a entidade apela ao dinamismo na busca e tratamento dos acontecimentos, para a satisfação do interesse público, bem como a adopção de um comportamento baseado no respeito à Constituição da República de Angola e na Lei.

De igual modo, recomenda a promoção do pluralismo de opinião e a abertura da participação de todos os actores políticos, dando-lhes a possibilidade de partilhar as suas ideias.

A ERCA insta os órgãos de comunicação social e os profissionais para que sejam verdadeiros intermediários entre os actores políticos e a sociedade, evitando ser parte activa, e reitera a sua disposição de dedicar uma especial atenção à actividade jornalística nesta fase histórica do país.