“Um aluno em Angola estuda 8 mas só aprende o equivalente a 3 anos”

Representante do Banco Mundial em Angola diz que os outros 5 anos contam apenas como presença na escola, sendo que o potencial médio de um quadro nascido em Angola é de apenas 30%.

Angola /
28 Nov 2019 / 17:03 H.

O representante residente do Banco Mundial em Angola, Olivier Lambert, diz que uma análise ao ensino efectuada pelo Banco Mundial revelou que o potencial médio de um quadro nascido em Angola é de 30%.

O representante do Banco Mundial explicou que a qualidade de ensino em Angola é tão baixo que “um aluno que frequenta a escola durante 8 anos, em termos práticos, é como só estivesse frequentado dois ou três anos e os outros 5 anos contam apenas como presença”.

Olivier Lambert fez este comentário quando falava na mesa redonda organizada pelo Standard Bank para a apresentação do resultado do estudo sobre a conjuntura e as perpectivas de crescimento da economia africanas, em geral, e angolana, em particular, um evento anual em que o banco emite o seu parecer sobre todas as variáveis macroeconómicas.

O economista chefe do Standard Bank para Angola e Moçambique entende que a melhoria da qualidade do ensino não depende só de investimentos, mas também na mudança cultural. “É preciso cavar mais fundo”, disse Fausio Mussa.