Crianças “mendigam” a mando dos progenitores, esclarece INAC

um número considerável de menores encontrados a viver e a deambular pelas ruas do país é mandatado pelos próprios progenitores ou outros tutores, afirma director-geral do Instituto Nacional da Criança (INAC), Paulo Kalesi.

10 Fev 2020 / 13:19 H.

Segundo Jornal de Angola, os menores recorrem a mendicidade para conseguirem bens materiais para auxiliar nas despesas da família.

“Nestas condições, é complicado saber, ao certo, quantos menores vivem nas ruas do país, daí não arriscarmos avançar dados gerais” , referiu o director-geral do INAC. De acordo com Paulo Kalesi salientou que os registos feitos pelo INAC e parceiros, em Janeiro deste ano, dão conta que existem 337 crianças de rua, sendo 288 do sexo masculino e 49 do feminino, espalhadas em 23 focos.