Conheça as empresas que competirão para o título de melhor startup de turismo angola na competição Startups de Turismo Angola

Estão selecionadas as dez startup’s angolanas que marcarão presença na final que irá decorrer no próximo 27 de Novembro, no Cinemax do Belas Shopping, às 10h. A maior competição do Nacional para startups em mercados ligado ao sector do turismo.

Luanda /
05 Nov 2020 / 13:46 H.

A Empresa Platinaline em parceria com Ministério da Cultura, Turismo e ambiente irão proceder a realização da gala final do prémio Startups de Turismo em Angola, a 27 de Novembro, na sala Cinemax do Belas Shopping, em Luanda, para encontrar qual a startup que vai continuar a ajudar na transformação digital no sector do turismo.

O Concurso Startup´s de Turismo em Angola é uma competição que visa encontrar e fomentar o desenvolvimento de startup´s que ajudem a transformação digital no sector do turismo, o qual é uma oportunidade ímpar para os empreendedores mostrarem aos outros angolanos o compromisso com a inovação e com a transformação do turismo em um dos principais pilares de nossa economia.

O prémio garante estimular a criatividade, criação de um ambiente de comunicação massivo e ao mesmo tempo abrangente, criação de uma comunicação clara e com poucos ruídos, um projecto inclusivo e abrangente e colher contribuições para o sector.

As principais startups finalistas são:

Empresa; WAST SOLUTIONS, É uma plataforma desenvolvida para monitorar os processos de redução, reciclagem e reaproveitamento de resíduos gerados nas actividades de consumo humano, de formas a atender as necessidades o controlo e gestão sustentável de tratamento dos resíduos nas organizações.

BANTU GAMES, EXPORE ANGOLA, O Explore Angola tem várias funcionalidades que resolvem os problemas existentes com a experiência turística nacional. Nele possível Contratar Guia, reservar hotéis, pesquisar história de Angola e etc.

ACAVE, é uma Startup que vem descortinar vários aspectos com relação ao impacto ambiental no sentido de ajudar a proteger e informar, sobre nossas espécies raras e extintas, a arborização no nosso meio urbano, apoio jurídico aos investidores de turismo ecológico e outros, ajudar no desenvolvimento comunitário mostrando como ganhar dinheiro reciclando.

CITAAGRO, É StartUp que busca criar e promover tecnologias agrícolas e de integração Rural e Urbana em prol do Desenvolvimento Comunitário Sustentável de Angola.

BELITA, é uma Startup que congrega um conjunto de valores para o desenvolvimento comunitário tais como: A promoção a alfabetização, inclusão social de deficientes auditivos e afónico, ferramentas motivacionais para impulsionar o empreendedorismo comunitários e cultivar o urbanismo no nosso meio.

KUBATA ANGOLA, é uma startup que permite que pessoas em Angola desfrutem do país e explorem as culturas locais vivendo onde quiserem, como quiserem e quando quiserem. Isto através de usuários em Angola que disponibilizam as suas casas para usuários do mundo inteiro que buscam se hospedar no nosso País. Na KUBATA ANGOLA, é possível oferecer apenas um quarto ou a casa completa a outros usuários, como também arrendar um espaço, caso seja a sua necessidade ou interesse. A KUBATA destina-se a turistas, viajantes, famílias e profissionais em trânsito, o grande apelo do serviço está na facilidade e rapidez de encontrar um espaço e na facilidade de acesso: alugar um imóvel sem muita burocracia, bem como pela facilidade em gerar rendimento com o seu espaço vazio em casa.

SEG, ONDE!, é uma plataforma que fornece informações vitais sobre todos os serviços no País.

Inzo IAME, é uma aplicação de realidade aumentada, com o objectivo de proporcionar aos usuários um conjunto de informações relevantes sobre o turismo, cultura, história e visita 3D nos museus e parque nacionais com restaurante e hotéis a nível nacional.

TOUR ANGOLA, é uma plataforma para formação a distância. Empresas e Particulares podem beneficiar.

As startups vão se apresentar diante de um júri composto por Nelson, Director do Marketing do BFA; o Dr. Henriques Afonso, representante do Ministério do Ensino Superior, Tecnologia e Inovação, o engenheiro. Domingos Afonso representante do INFOSI, Lourenço Gaspar do Infotur; Helder Kiala presidente da 7Mobile. Que irão se basear para avaliar os concorrentes nos aspectos de Singularidade e Viabilidade da solução;

Impacto potencial; Modelo de negócio; Escalabilidade; divididos em quatro temas Futuro das Viagens, A Experiência Turística, Impacto Ambiental, Desenvolvimento Comunitário.