Comandante municipal da Polícia detido no Lubango

Os serviços de investigação criminal, junto da Procuradoria -geral da República, detiveram esta quarta-feira, o comandante municipal da Polícia Nacional do Lubango, superintendente-chefe Pedro Domingos, por suposto envolvimento num esquema de venda ilegal de motorizadas apreendidas.

Luanda /
29 Jul 2020 / 15:05 H.

Segundo uma fonte bem colocada no comando provincial da Polícia Nacional citada pela Angop, o comandante recém-nomeado ao cargo, dirigiu a Unidade Operativa durante 15 anos e foi arrolado ao processo durante o interrogatório de dois de seus oficiais detidos há uma semana pela venda de 24 motos apreendidas.

Entre os oficiais inicialmente detidos está um inspector e outro sub-chefe pertencentes à Unidade Operativa do Lubango, onde estavam parqueadas as referidas motorizadas, tendo em interrogatório alegado que as venderam por orientação do então comandante da unidade ao preço de 60 mil Kz cada.

A mesma fonte disse que a PGR então convocou Pedro Domingos e após de interrogado lhe foi aplicada a medida de coação pessoal de prisão preventiva.

Contactado pela Angop, o Procurador-geral da República na Huíla, Daniel Lumango, confirmou as detenções, mas recusou-se a avançar detalhes porque o processo decorre sob segredo de justiça.

Temas