Angola registou 16 casos diários de violência contra a criança nos últimos dez meses

Pelo menos cinco mil crianças foram vítimas de violência no País, de Janeiro a Outubro deste ano, com Luanda a liderar os casos.

Luanda /
05 Dez 2019 / 11:14 H.

“Os dados que existem não são só de crianças, são de mulheres envolvidas e que no meio dessas senhoras há crianças, há menores. As menores envolvidas na prostituição existem e a situação é preocupante”, afirmou o director geral do Instituto Nacional da Criança (INAC), Paulo Kalesi.

Segundo a Lusa, o responsável deu conta que casos de crianças envolvidas na prostituição foram registados no distrito urbano do Zango, município de Viana, em Luanda, afirmando que na globalidade as “estatísticas de violência contra a criança aumentaram”.

Segundo explicou, “só no ano passado havia registo de 4.000 casos, agora só de janeiro a outubro de 2019 são já 5.000 casos” com Luanda com o maior registo seguida pelas províncias de Benguela, Huíla, Huambo e Cabinda.