Unesco destaca papel do Presidente na educação em tempo de pandemia

A directora-geral adjunta da Unesco, Stefania Geannini, destacou, ontem, a liderança do Presidente da República, João Lourenço, em tempo de COVID-19.

Luanda /
19 Nov 2020 / 11:33 H.

Durante a XI Reunião de Ministros da Educação da CPLP, a partir da sede do Secretariado Executivo da organização em Lisboa, na modalidade virtual, Stefania Geannini referiu-se ao discurso do Presidente João Lourenço, proferido na Reunião Global da Educação 2020, tendo notado que, em Angola, mais de treze milhões de alunos estão matriculados no presente ano lectivo.

O encontro avaliou o grau de implementação do Plano de Acção de Cooperação Multilateral no domínio da Educação 2016-2020 e abordou assuntos relacionados com o reforço da cooperação multilateral.

De acordo com a directora-adjunta da Unesco, a participação do mais alto mandatário do País naquele evento "constituiu uma prova do compromisso da República de Angola para com a causa da educação".

Ao tomar a palavra na Reunião, em representação da ministra Luísa Maria Alves Grilo, o secretário de Estado para o Ensino Secundário, Matias José, sublinhou o crescimento substancial de efectivos escolares por via do aumento de infra-estruturas e da admissão de novos professores entre 2016 e 2020, que permitiu a contínua universalização do ensino geral e a revitalização da formação técnico-profissional. Na ocasião, Angola apresentou as propostas de projecto de livro digital para o ensino primário e do glossário da educação e formação, através do qual se espera divulgar a literatura dos Estados Membros nas escolas. Angola partilhou, igualmente, a sua experiência sobre o reinício e continuidade das aulas de forma segura, realçando o esforço das diferentes comunidades escolares para a adaptação em tempo de pandemia da COVID-19.

A reunião, que decorreu sob o tema "A Educação nos Estados Membros da CPLP e o Contexto da Pandemia da COVID-19”, contou com a intervenção do secretário Executivo da CPLP, embaixador Francisco Ribeiro Telles.

No final foi aprovada uma declaração que, dentre outras deliberações, determinou a conclusão do Plano Estratégico e respectivo Plano de Acção de Cooperação no domínio da Educação da CPLP (2021-2026), a ser aprovado numa reunião extraordinária de ministros da Educação.

A partir do segundo semestre de 2021, a ministra da Educação de Angola, Luísa Maria Alves Grilo, assumirá a presidência da reunião de Ministros da Educação da CPLP, no quadro da rotatividade.