Município da Quiçama precisa de vias de acesso

O primeiro secretário nacional da JMPLA, Crispiniano dos Santos, defendeu que o município da Quiçama, em Luanda, precisa de vias de acesso às comunas, pois encontram-se isoladas da sede municipal.

Luanda /
31 Jul 2020 / 11:30 H.

“A degradação das vias impede o escoamento dos produtos do campo, sobretudo das zonas rurais para os grandes centros comercias”, afirmou Crispiniano dos Santos, depois de efectuar uma visita àquele município.

O líder juvenil disse, igualmente, ter encontrado na Quissama jovens com iniciativas empreendedoras que, por falta de vias de acesso, não podem desenvolver os projectos.

Durante a visita, o Secretariado Nacional da JMPLA procedeu à entrega de bens alimentares e materiais de biossegurança para mitigar as necessidades causadas pela pandemia da COVID-19.

Emídio Armindo, primeiro secretário municipal da Quiçama, solicitou ao Secretariado Nacional da JMPLA, que apresente ao Executivo a preocupação sobre a necessidade de se resolver o problema dos acessos no município. “Sem circulação não há desenvolvimento”, considerou.

Comités equipados

Os comités municipais da JMPLA em Luanda foram contemplados com meios informáticos, no âmbito da modernização tecnológica da organização, bem como material de propaganda para o cumprimento das tarefas da agenda política.

Em declarações à imprensa, no final da visita aos comités do Icolo e Bengo e da Quiçama, o secretário nacional da JMPLA, afirmou que os problemas da organização não vão ser resolvidos com os dirigentes sentados nos gabinetes. Disse ser, igualmente, necessário constatar os problemas no terreno e criar condições para a melhoria da actividade política nos municípios.

O político referiu que a jornada foi positiva porque constatou que as estruturas da JMPLA funcionam bem.

Temas