Ministro Téte António: Região dos Grandes Lagos deve fazer mais para a juventude

“A região dos Grandes Lagos não será estável, segura e desenvolvida se a juventude for deixada para atrás”. Disse Téte António.

Luanda /
22 Jun 2022 / 08:47 H.

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, disse, ontem em Luanda, que os Estados Membros da Região dos Grandes Lagos devem fazer mais para juventude, para quem essa franja da sociedade é a mais importante riqueza soberana do universo.

Segundo chefe da diplomacia angolana, que falava na Sessão de Abertura do seminário sobre o Programa do Ensino Superior e Segurança Humanitária da (CIRGL), "a região dos Grandes Lagos não será estável, segura e desenvolvida se a juventude for deixada para atrás”.

Sublinhou ainda que como região, a CIRGL precisa de criar programas que visem a promoção de uma cultura de inovação, bem como valores de patriotismo.

Na visão do ministro Téte António, a iniciativa deste evento é um dos aspectos que a presidência angolana da CIRGL, sob liderança do Chefe Estado, João Lourenço, vai continuar a incentivar, "um investimento duradouro para a paz e desenvolvimento na CIRGL”.