Ministra de Estado aponta educação e saúde como prioridades

A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, apontou, em Luanda, o alargamento da rede escolar e sanitária, bem como o combate ao desemprego e apoio às populações em estado de grande vulnerabilidade como algumas das prioridades do Executivo em 2020, na área social.

Luanda /
28 Nov 2019 / 12:51 H.

A governante, que falava no encontro das comissões de trabalho especializadas da Assembleia Nacional no âmbito da apreciação, discussão e aprovação do Orçamento Geral do Estado na vertente social, considerou que, apesar de não ser o ideal, é, no entanto, o possível na actual conjuntura financeira do país, frisando que, para além de ter em conta os cenários macroeconómicos e as políticas de desenvolvimento humano e sustentável, também contempla o contexto político e social de momento.

A proposta do Executivo, para o sector social, no OGE 2020 está cifrada acima de dois biliões e 300 mil milhões de kwanzas, um valor correspondente a 38 por cento da despesa fiscal.

Para a ministra, o actual clima de crise económico financeira internacional, o galopante crescimento demográfico que Angola conhece e o prosseguimento da ruralização das cidades são factores que colocam desafios de vária ordem para uma governação inclusiva, conducente ao desenvolvimento e ao crescimento económico.

Carolina Cerqueira advogou que a implementação do Programa Integrado de Intervenção dos Municípios (PIIM) vai atender, de forma acelerada, às necessidades das comunidades e às carências das famílias, sobretudo nos domínios da educação e da saúde, prioridades do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018/2022.