Executivo assiste crianças e famílias carenciadas

O programa é implementado pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher e tem por objectivo garantir uma dieta melhorada aos menores de cinco anos.

08 Fev 2020 / 15:41 H.

O Executivo vai assistir 20 mil crianças (menores de cinco anos) até Dezembro de 2020, ao abrigo do programa de transferência monetária às famílias mais carenciadas, anunciou a ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, em Addis Abeba, Etiópia, no fórum sobre o empoderamento da mulher e igualdade do género.

No âmbito deste programa, o Executivo atribui 3 mil Kwanzas, mensalmente, por criança e cada família deve apenas registar três crianças. Espera-se atender mais de sete mil famílias, como ressaltou a ministra de Estado para a Área Social Carolina Cerqueira.

O programa piloto de transferências sociais monetárias é financiado pela União Europeia, num valor global de nove milhões 272 euros, tem o apoio técnico do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e do Consórcio de empresas Louis Berger.

Na primeira fase foram beneficiadas mais de dez mil crianças, num total de seis mil e 151 famílias nas províncias do Bié, Moxico, Uíge, regiões onde se implementa o programa de municipalização da acção social.

O programa é implementado pelo Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher e tem por objectivo garantir uma dieta melhorada aos menores de cinco anos, essencial para o quadro nutricional e desenvolvimento cognitivo, assim como aumentar o acesso aos serviços essenciais de saúde e educação.