Angola inaugura posto de recolha de dados biográficos em Roma

Antes, as entidades mantiveram encontro de trabalho, no quadro do programa de massificação do Registo Civil, da supervisão dos postos de recolha de dados para a emissão do Bilhete de Identidade e certificados de Registo Criminal.

Angola /
12 Mai 2022 / 08:31 H.

A secretária de Estado da Justiça para os Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste Januário, e a embaixadora de Angola na Itália, Fátima Jardim, inauguraram em Roma, as novas instalações de recolha de dados biográficos, dentro da missão diplomática.

Antes, as duas entidades mantiveram encontro de trabalho, no quadro do programa de massificação do Registo Civil, da supervisão dos postos de recolha de dados para a emissão do Bilhete de Identidade e certificados de Registo Criminal, noticiou o jornal de Angola.

A ocasião serviu, ainda, para o esclarecimento de questões técnicas sobre o processo, a inspecção e inauguração das novas instalações consulares onde funciona o posto de emissão de documentos legais, a entrega de Bilhetes de Identidade, emitidos no centro de produção de Luanda.

Segundo uma nota de imprensa, participaram no encontro diplomatas das duas embaixadas (Roma e Santa Sé), funcionários consulares e membros da delegação do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos.