Tribunal proíbe manifestações no aeroporto de Hong Kong

Um tribunal de Hong Kong proibiu a presença de manifestantes fora de “zonas designadas” no aeroporto da região administrativa especial chinesa, anunciou esta quarta-feira, em comunicado, a Autoridade Aeroportuária.

China /
14 Ago 2019 / 09:53 H.

A ordem judicial temporária vai servir para impedir que “as pessoas impeçam ou interfiram de maneira voluntária e ilegal com a operação normal do aeroporto internacional de Hong Kong”, acrescentou a nota.

Dizer que dezenas de voos foram retomados esta manhã em Hong Kong, depois do segundo dia consecutivo de cancelamento das operações, que deixaram milhares de passageiros em terra.

Centenas de manifestantes concentraram-se na terça-feira, pelo quatro dia consecutivo no aeroporto internacional do território, acabando por dispersar já de madrugada e após a intervenção da polícia antimotim, que efectuou pelo menos uma detenção.

Recorde-se que os agentes dispararam gás pimenta sobre os manifestantes, tendo sido registado um ferido entre as forças de segurança, constatou a agência Lusa no local.