O Supremo Tribunal de Lahore anulou esta segunda-feira a pena de morte imputada ao ex-Presidente paquistanês Pervez Musharraf, condenado pelo crime de alta traição.

14 Jan 2020 / 08:56 H.

Tribunal anula condenação à morte do ex-Presidente Musharraf

Ficou concluído que a formação do tribunal especial que julgou o ex-dirigente era inconstitucional.

“O Supremo Tribunal anunciou que a formação do tribunal especial era inconstitucional, o que invalida o veredicto”, disse à agência de notícias EFE o advogado de Musharraf, Azhar Siddique.

Pervez Musharraf, de 76 anos e residente no Dubai, foi condenado em meados de Dezembro à revelia pelo crime de alta traição por ter suspendido a ordem constitucional do país em 2007.