Rússia anuncia troca “em grande massa” de prisioneiros com a Ucrânia

O Presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que uma troca “em grande massa” de prisioneiros será concluída em breve com a Ucrânia, uma medida que assinala um declínio nas tensões entre os dois países.

Europa /
05 Set 2019 / 16:39 H.

“Estamos a aproximarmos da finalização das negociações”, indicou Putin no Fórum Económico do Oriente que decorre na cidade portuária russa de Vladivostok, acrescentando que “a troca será em grande massa” e que a sua data “será conhecida em breve”.

“Será uma normalização completa das nossas relações. É inevitável. Somos duas partes da mesma pessoa”, referiu o Presidente russo.

Em julho, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, propôs à Rússia trocar o cineasta ucraniano Oleg Sentsov, condenado a 20 anos de prisão por Moscovo, pelo jornalista Kirill Vyshinskiy julgado por “alta traição” em Kiev.

No entanto, no passado dia 28 de Agosto, um tribunal ucraniano libertou o jornalista Kirill Vyshinskiy, que estava detido há mais de um ano.

Kirill Vyshinskiy, de dupla nacionalidade ucraniana e russa, coordenador da redacção de Kiev da agência estatal russa RIA-Novosti, estava detido desde que tinha sido julgado e condenado por acusações de traição, em maio de 2018, tendo agora saído em liberdade condicional.