Reino Unido detecta caso “raro” de transmissão de gripe das aves para humanos

No sudoeste de Inglaterra, detectou-se um caso “raro” de transmissão da gripe das aves para um humano, que se encontra bem e em isolamento. Contactos mais próximos não contraíram a doença.

Luanda /
07 Jan 2022 / 10:57 H.

A Agência de Vigilância Sanitária do Reino Unido (UKHSA, sigla em inglês) confirmou esta quinta-feira um caso “raro” de transmissão da gripe das aves para um humano, que ficou doente após ter estado em “contacto regular” com um “número muito grande de pássaros infectados” e com os quais esteve um “período prolongado de tempo”.

A pessoa que contraiu a doença encontra-se bem e a cumprir isolamento profiláctico. Todos os contactos próximos foram rastreados, sendo que não se detectou mais nenhum contágio de gripe das aves. De acordo com a agência britânica, o risco de transmissão da doença entre humanos é “muito baixo”, mas é desaconselhado que as pessoas toquem em pássaros doentes ou mortos.

“Embora o risco de gripe das aves para a generalidade da população seja muito baixo, temos conhecimento de que algumas variantes têm o potencial de se transmitirem para os humanos”, destacou Isabel Oliver, directora da agência de vigilância, acrescentando que o Reino Unido possui “sistemas robustos” para detectar contágios “precocemente”, de forma a tomar uma acção atempada.

Temas