Presidente moçambicano quer reforçar cooperação com a Rússi

O chefe de Estado moçambicano felicitou Vladimir Putin pela sua “liderança sólida e dedicação”, que permitiu que a Rússia alcançasse “importantes progressos visando proporcionar o bem-estar ao povo”

Luanda /
07 Jan 2022 / 16:06 H.

O Presidente moçambicano manifestou hoje a intenção de continuar a trabalhar com o seu homólogo russo para o reforço dos laços de amizade e cooperação, agradecendo o apoio e solidariedade prestados face “aos inúmeros desafios” do país.

“Gostaria de reiterar o meu empenho pessoal e o do meu Governo para continuar a trabalhar com vossa excelência em prol do reforço dos excelentes e históricos laços de amizade, solidariedade e cooperação estratégica para o progresso e bem-estar dos nossos países”, disse Filipe Nyusi, numa mensagem enviada a Vladimir Putin, hoje divulgada pela Presidência.

A mensagem do Presidente é alusiva à celebração das festas de Natal e Fim de Ano, comemorados a 07 e 14 de Janeiro, na Rússia, avançou a Presidência.

Filipe Nyusi agradeceu o “apoio multiforme e solidariedade” prestados pela Rússia na resposta à COVID-19, consolidação da paz e desenvolvimento e no combate aos impactos das mudanças climáticas no país.

O chefe de Estado moçambicano felicitou ainda a Vladimir Putin pela sua “liderança sólida e dedicação”, que permitiu que a Rússia alcançasse “importantes progressos visando proporcionar o bem-estar ao seu povo”, avançou o Presidente.

“A vossa perspicaz postura de estadista global elevou a Federação Russa para o patamar de um interveniente dinâmico e incontornável em matérias de paz, segurança e desenvolvimento internacionais”, concluiu Filipe Nyusi.

Temas