Poços profundos com mais de 4 mil anos descoberto perto de Stonehenge

Um círculo de poços profundos, com cerca de 4.500 anos, foi localizado por um grupo de arqueólogos perto do património mundial de Stonehenge, no Reino Unido, um dos sítios arqueológicos mais conhecidos da terra.

23 Jun 2020 / 11:37 H.

Trabalhos de campo e análises recentes descobriram pelo menos 20 poços pré-históricos maciços, de mais de 10 metros de diâmetro e cinco metros de profundidade, revela um artigo publicado por investigadores da Universidade de St. Andrews na Internet Archaeology.

Segundo um comunicado da universidade, estes poços formam um círculo com mais de dois quilómetros de diâmetro, que envolve uma área superior a três quilómetros quadrados à volta de Durrington Walls, um dos maiores monumentos britânicos do género, e o círculo pré-histórico mais pequeno em Woodhenge.

“Mais uma vez, o esforço multidisciplinar com deteção remota e amostragem cuidadosa dá-nos uma visão do passado que mostra uma sociedade ainda mais complexa do que alguma vez poderíamos imaginar. As práticas claramente sofisticadas demonstram que as pessoas estavam tão em sintonia com os acontecimentos naturais, que dificilmente conseguimos conceber no mundo moderno em que vivemos hoje”, afirmou Richard Bates, da Escola Superior de Ciências da Terra e do Ambiente da Universidade de St. Andrews.

Segundo Tim Kinnaird, também da Escola de Ciências da Terra e do Ambiente da Universidade de St. Andrews, as camadas sedimentares contêm “um rico e fascinante arquivo de informação ambiental, que anteriormente era desconhecida”.

O mesmo investigador explica ainda que, através da datação e caracterização de luminescência estimulada oticamente, será possível “escrever narrativas detalhadas sobre a paisagem de Stonehenge nos últimos 4.000 anos”.

Temas