Figura de Amílcar Cabral precisa ser mais valorizada, afirma antigo combatente

No dia em que se assinala o 95a. Aniversário do nascimento de Amílcar Cabral, 12 de Setembro, o antigo combatente pela independência de Cabo Verde, Luís Fonseca, disse que a nação cabo-verdiana precisa interessar-se mais pela preservação e divulgação do legados de Cabral, figura de visibilidade internacional.

13 Set 2019 / 10:37 H.

Figura de Amílcar Cabral precisa ser mais valorizada em C.Verde diz Luís Fonseca

O antigo embaixador e membro da Fundação Amílcar Cabral reconhece que tem havido algum interesse da sociedade civil, mas afirma que as autoridades nacionais devem reservar maior atenção à figura do líder histórico da luta de libertação de Cabo Verde e da Guiné-Bissau.

A opinião é corroborada pelo professor universitário, Daniel Medina, quem considera ser uma mais-valia para o país preservar e promover a imagem das suas figuras emblemáticas.

Para Luís Fonseca, Amílcar Cabral não se resume apenas ao processo da luta de libertação, mas é uma personalidade que granjeou muita notoriedade internacional, devido a outras facetas e marcas que deixou enquanto homem e político.

Por isso, entende ser preciso fazer-se mais em reconhecimento ao contributo de Cabral.

“Se a sua obra é estudada e valorizada a nível mundial, a Nação cabo-verdiana devia orgulhar-se e mostrar mais interesse na promoção da figura do líder histórico”, sustenta Fonseca.