Fábricas chinesas priorizam produção de máscaras chinesas

A demanda de máscaras faciais de protecção se multiplica e, com isso, as fábricas chinesas que produzem iPhones, roupa, automóveis e até fraldas para bebês mudam sua rotina para fabricá-las e contribuir para o esforço de conter a epidemia.

14 Fev 2020 / 14:47 H.

A New Yifa fabrica produtos de higiene, como lenços umedecidos, guardanapos, ou lenços de papel. E, em apenas dois dias, conseguiu converter a cadeia produtiva de uma de suas plantas na província de Fujian, no leste do país. O objectivo: fabricar máscaras protectoras de papel.

Imediatamente, este material é enviado para o pessoal médico que precisa delas para evitar o contágio dos pacientes já infectados por COVID-19.

“Hoje, todos os nossos funcionários trabalham nas máscaras”, disse por telefone à AFP o vice-presidente do grupo, Shen Shengyuan, acrescentando que a capacidade de produção chega a 600.000 unidades por dia.