Exército da RD Congo diz que rebeldes das ADF mataram 30 soldados

Rebeldes islâmicos mataram 30 soldados e feriram outros 70, alguns com gravidade, durante ferozes combates, na semana passada, no leste do Congo, disseram oficiais do exército.

13 Jan 2020 / 14:30 H.

Eles sofreram as perdas durante a última ofensiva da quinta-feira contra as Forças Democráticas Aliadas (ADF), na província de Kivu do Norte, disse o major Mak Hazukai a jornalistas no sábado.

O exército capturou a sede das ADF durante a batalha em Madina e matou 40 combatentes rebeldes, incluindo cinco de seus líderes, acrescentou Hazukai à AFP.

Na sexta-feira, o governo postou um tweet na conta do primeiro-ministro felicitando o exército pela captura do que eles descreveram como um dos últimos bastiões das ADF.

Kivu do Norte fica na fronteira com o Uganda. O grupo ADF, rebeldes originários de Uganda, vem realizando uma campanha de violência no leste da República Democrática do Congo há anos.

Hazukai os descreveu como “fundamentalistas islâmicos”.

Temas