Ministro da Defesa diz que serão mobilizados 300 mil reservistas

Putin anunciou esta manhã uma mobilização parcial

21 Set 2022 / 10:22 H.

O ministro da Defesa russa anunciou que serão mobilizados 300 mil reservistas para combater e que os estudantes não serão mobilizados.

Após o discurso de Putin, Sergei Shoigu disse, citado pela AFP, que neste momento a luta não é “tanto contra a Ucrânia, mas contra o Ocidente”.

Já segundo a Sky News, Shoigu disse que as pessoas “receberão treino militar antes de serem mobilizadas”, acrescentando que a mobilização não incluirá “pessoas que serviram como recrutas ou estudantes”.

Shoigu também avançou um número para as perdas russas, falando em 5.937 foram mortos, um número muito abaixo das estimativas dadas por agências ucranianas e ocidentais.

A Rússia reconhece cerca de 6 000 soldados mortos e calcula 61 200 soldados ucranianos mortos na guerra

Ao falar dos mortos, elogiou o trabalho dos médicos ao garantir que “mais de 90% dos feridos voltaram aos seus postos”. Shoigu também enfatizou que mais de 61 200 soldados ucranianos morreram, enquanto cerca de 49.400 ficaram feridos.

Recorde-se ainda que os pró-russos de Kherson, Donetsk, Zaporíjia e Lugansk anunciaram a realização de um referendo sobre a integração na Federação Russa.