Itália diz que não precisa de novas medidas para dar resposta a dívida

O ministro das Finanças de Itália, Giovanni Tria, afirmou que o país não vai precisar de tomar novas medidas para dar respostas às preocupações levantadas pela União Europeia relativamente à dívida.

14 Jun 2019 / 13:22 H.

“Precisamos de atingir um deficit, em 2019, que também vai compensar desvios do objectivo de 2018. pensamos que conseguimos atingir isso sem precisar de mudanças legislativas”, disse Giovanni Tria, citado pela Reuters, depois de uma reunião com a Comissão Europeia.

As instâncias europeias já tinham alertado Itália para a possibilidade do país enfrentar sanções devido ao nível em que se encontra a dívida do país.

Nesta sexta-feira o ministro das Finanças de França, Bruno Le Maire, já tinha deixado um recado a Itália ao afirmar que o país deveria clarificar nos próximos dias como pretende evitar sanções europeias, citado pela agência noticiosa., devido ao nível de dívida que apresenta.