Espanha, Alemanha e Reino Unido terão novas medidas amanhã

O Governo espanhol recomendou o aumento do teletrabalho nas “grandes empresas”, para haver menos deslocações e menos custos com a climatização de edifícios e outros consumos de energia.

Luanda /
30 Set 2022 / 09:48 H.

Espanha, Alemanha e Reino Unido são alguns países europeus onde vão entrar em vigor novas medidas para combater a crise desencadeada pelo fim da importação de energia à Rússia, no âmbito das sanções pela sua invasão da Ucrânia.

Em Espanha, o IVA (imposto sobre o consumo) do gás baixa de 21% para 5% a partir de Outubro, uma medida que ficará inicialmente em vigor até ao final deste ano, mas que poderá estender-se até 2023.

Na Alemanha, o ministro da Economia, Robert Habeck, apresentou um novo pacote de medidas que visam a poupança de energia e devem ser aplicadas em três fases, a segunda das quais a começar já a partir de 01 de Outubro.

No Reino Unido, dois dias depois de entrar em funções, a primeira-ministra, Liz Truss, anunciou a 08 de Setembro um pacote para congelar os preços da energia doméstica até 30 de Setembro de 2024, evitando o aumento de 80% previsto para 01 de Outubro.