Endividamento da economia aumentou em Abril. Superou os 736 mil milhões

O endividamento do sector não financeiro da economia cresceu para 736,3 mil milhões de euros em Abril, mês em que a economia portuguesa esteve quase paralisada por causa do novo coronavírus, de acordo com os dados actualizados pelo Banco de Portugal, esta terça-feira.

Luanda /
23 Jun 2020 / 14:26 H.

Os dados foram actualizados, esta terça-feira, pelo Banco de Portugal.

"Em Abril de 2020, o endividamento do sector não financeiro situou-se em 736,3 mil milhões de euros, dos quais 330,4 mil milhões de euros respeitavam ao sector público e 405,9 mil milhões de euros ao sector privado", refere o BdP em comunicado.

Relativamente a Março de 2020, o endividamento do sector não financeiro aumentou 11,3 mil milhões de euros. Este aumento deveu-se aos acréscimos de 8,0 mil milhões de euros do endividamento do sector público e de 3,3 mil milhões de euros do endividamento do sector privado.

"O incremento do endividamento do sector público refletiu-se sobretudo no acréscimo do endividamento face ao exterior (4,1 mil milhões de euros) e face ao sector financeiro (3,1 mil milhões de euros)", pode ler-se no mesmo comunicado.

Os números agora actualizados revelam que o endividamento do sector não financeiro da economia cresceu face aos 724,9 mil milhões de euros registados em Março