Coronavírus: Rússia encerra fronteiras com a China

A Rússia anunciou o encerramento da sua fronteira terrestre com a China ao tráfego rodoviário e ligações ferroviárias, medidas para impedir que o novo coronavírus se dissemine no país.

China /
30 Jan 2020 / 10:09 H.

A vice-primeira-ministra, Tatiana Golikova, acrescentou que as ligações por fronteira terrestre vão estar encerradas a partir da meia-noite desta quinta-feira e até 01 de Março.

Golikova disse ainda que as autoridades vão tomar “nos próximos dias” uma decisão sobre as ligações aéreas entre a Rússia e a China, e que os estudantes chineses que estiveram de férias no decurso do Novo Ano Lunar apenas poderão retomar os seus estudos em território russo a partir de 01 de março.

Na Rússia ainda não foram detectados casos positivos do novo coronavírus, e as autoridades estão a reforçar as medidas de prevenção nas fronteiras e a efectuar testes hospitalares a todos os viajantes procedentes da China.

A China elevou para 132 mortos e mais de 5.900 infectados o balanço de vítimas do novo coronavírus detectado no final do ano em Wuhan.

Além do território continental da China, foram reportados casos de infecção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Austrália, Canadá, Alemanha, França, Finlândia e Emirados Árabes Unidos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) decidiu, também hoje, voltar a convocar, na quinta-feira, o Comité de Emergência para determinar se o surto do novo coronavírus, com origem na China, deve ser uma emergência de saúde pública internacional.