Coronavírus faz a primeira vítima mortal em Pequim

As autoridades de Pequim confirmaram segunda-feira a primeira morte na capital chinesa relacionada com o coronavírus.

28 Jan 2020 / 10:28 H.

Actualmente, as autoridades que estão a tratar do vírus indicam que já morreram 80 pessoas, existindo ainda mais de dois mil casos registados no mundo. Este número tem causado alarme global, uma vez que os Estados Unidos e alguns países na Europa já registaram a existência de alguns casos.

A primeira vítima mortal de Pequim era um homem de 50 anos que visitou Wuhan a 8 de janeiro e desenvolveu sintomas febris posteriormente a retornar a Pequim, cerca de sete dias depois, divulgou a comissão da saúde da capital chinesa. Antes de se ter tornado pública a primeira morte, Pequim interrompeu o serviço de autocarros de longa distância.

As autoridades responsáveis pela contenção do vírus promulgaram largas restrições de viagens por todo o país, de forma a impedir que o Coronavírus se espalhe. As proibições de transporte também foram promulgadas em Wuhan e em outras cidades na província central de Hubei, isolando um total de 56 milhões de pessoas.