Coreia do Norte anuncia primeiro caso de COVID-19 e entra em confinamento

Todas as actividades produtivas e comerciais serão organizadas de modo a isolar cada unidade de trabalho para evitar a propagação do vírus, adiantou o líder norte-coreano.

Luanda /
12 Mai 2022 / 11:13 H.

A Coreia do Norte detectou o primeiro caso de Covid-19, desde o início da pandemia, há mais de dois anos, tendo decretado estado de “emergência máxima” e entrou em confinamento, anunciou ontem a agência de notícias estatal KCNA.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un apelou a todas as cidades e concelhos do país para que fechem completamente os seus territórios e organizem o trabalho e a produção, depois de isolarem cada unidade de trabalho, unidade de produção e unidade habitacional, sem contacto entre si, para bloquear a propagação do “vírus malicioso”, noticiou a agência.

Este primeiro caso, detectado em testes efectuados no domingo, em Pyongyang, a um número não especificado de pessoas doentes e com febre, “corresponde à variante Ómicron” do coronavírus SARS-CoV-2.

Kim Jong-un anunciou a criação de um sistema de quarentena para controlar os contágios de “emergência máxima”, durante uma reunião de emergência da comissão política do Partido dos Trabalhadores, no poder.

O objectivo é eliminar a raiz o mais rapidamente possível”, disse Kim Jong-un, citado pela KCNA.

Todas as actividades produtivas e comerciais serão organizadas de modo a isolar cada unidade de trabalho para evitar a propagação do vírus, adiantou o líder norte-coreano.

Temas