Comandante das Forças de Defesa do Malawi reintegrado pelo novo PR

Ex-Presidente Peter Mutharika despediu o General Vincent Nundwe porque os seus comandados protegeram pessoas durante protestos contra a sua reeleição no ano passado.

02 Set 2020 / 12:02 H.

O comandante das Forças de Defesa do Malawi, foi reintegrado pelo novo Presidente daquele País depois de ter sido destituído pelo seu antecessor.

O ex-Presidente Peter Mutharika despediu o General Vincent Nundwe porque os seus comandados protegeram pessoas durante protestos contra a sua reeleição no ano passado.

"Reintegrei o General Nundwe ao cargo de comandante das Forças de Defesas do Malawi com efeito imediato. Ao fazê-lo, o meu objectivo é curar o ferimento e a injustiça de uma decisão infligida a todo o nosso exército", disse o Presidente durante um discurso à nação.

As manifestações antigovernamentais ocorreram por todo o país depois de Mutharika ter assegurado um segundo mandato controverso em Maio de 2019. Alguns protestos na sequência do pleito terminaram em violentos confrontos com a polícia, levando o chefe das Forças de Defesa do Malawi a destacar o exército para restabelecer a ordem.

Mutharika substituiu o chefe do exército quatro vezes após as suas primeiras eleições em 2014. Nundwe foi nomeado comandante em junho de 2019 e elogiado pela oposição pela forma como lidou com os protestos contra Mutharika.