Chefe de Estado escreve ao homólogo ganense

Uma mensagem do Chefe de Estado ao homólogo ganense, Nana Akufo-Addo, foi entregue, ontem, em Accra, pelo Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa.

Luanda /
08 Jan 2021 / 13:57 H.

O Vice-Presidente da República testemunhou, ontem, em representação do Presidente da República, a investidura de Nana Akufo-Addo, depois da reeleição para mais um mandato de quatro anos como Chefe de Estado ganense

O conteúdo da mensagem não foi revelado, mas presume-se que tenha a ver com a necessidade do relançamento da cooperação bilateral em vários sectores da economia.O embaixador de Angola no Ghana, Augusto da Silva Cunha, defendeu, quarta-feira, em Accra, a redinamização da cooperação bilateral, em vários domínios.Em declarações à imprensa angolana, depois da chegada do Vice-Presidente da República a Accra, Augusto Cunha disse que as áreas de cooperação bilateral estão em estudo e abrangem, sobretudo, as Pescas, Agricultura, Petróleos e Ensino Superior.

Segundo o diplomata, os dois países têm muito a dar um ao outro. Justificou a cooperação com aquele país africano pelo facto de ser o segundo maior produtor mundial de cacau e ouro e uma potência na agricultura. Augusto Cunha lembrou que, durante a visita a Angola do Presidente do Ghana, em Agosto de 2019, foram assinados alguns acordos bilaterais que não foram concretizados em Fevereiro do ano passado, devido à pandemia da COVID-19.

“Esperemos que este ano possamos reatar todo o processo negocial”, disse o embaixador, salientando que, “nos próximos tempos”, devem ser concretizados os acordos entre os dois Estados, no domínio da supressão de vistos em passaportes diplomáticos e de serviço.Augusto da Silva Cunha também falou da comunidade angolana no Ghana, salientando que o número não vai além dos 50 registados, na maioria bolseiros por conta própria.

Acto de investidura

Mais de 12 Chefes de Estado e de Governo ou representantes de vários países prestigiaram a cerimónia de investidura de Nana Akufo-Addo e de Kialhaji Mahamudu, nos cargos de Presidente e Vice-Presidente do Ghana.Durante o acto, decorrido no pátio da Assembleia da República, Nana Akufo-Addo jurou fidelidade à Pátria e prometeu ser o Presidente de todos os ganenses. Disse contar com a colaboração de todas as forças vivas da Nação ganense para a promoção do crescimento económico e social do país.Nana Akufo-Addo foi reeleito, em Dezembro, com 51,69 por cento dos votos.

Composição do Parlamento

No acto de investidura de Nana Akufo-Addo, tomou, igualmente, posse o presidente da Assemblia da República do Ghana, Alban Bagbin, do Congresso Nacional Democrático (NDC), partido da oposição vencedor das eleições legislativas de Dezembro.

O NDC conseguiu 138 assentos no Parlamento, enquanto o Novo Partido Patriótico (NPP), do Presidente Nana Akufo-Addo, elegeu 136 deputados. Nana Akufo-Addo mostrou-se surpreso com a derrota do seu partido, mas, enquanto Presidente da República, prometeu trabalhar com todas as sensibilidades políticas para garantir o crescimento sustentável do país.Entre os Chefes de Estado presentes na investidura destacam-se o do Senegal, Macky Sall, da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, do Níger, Mahamadou Issoufou, do Togo, Faure Gnassingbé, e da Guiné Conacry, Alpha Condé, a maioria dos quais chegou a Accra às primeiras horas de ontem.

A cerimónia também foi testemunhada pelo presidente da Comissão da União Africana, pelo ministro britânico para África e pelo enviado especial dos Estados Unidos para a Região do Sahel. Ainda ontem, Bornito de Sousa recebeu o secretário-geral do Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA), Wankele Mene.Acompanhou o Vice-Presidente da República a Accra a secretária de Estado das Relações Exteriores, Esmeralda Mendonça. O regresso de Bornito de Sousa ao país está previsto para hoje.