Boris Johnson defende nova lei britânica que altera acordo do Brexit

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, defendeu nesta quarta-feira o novo projecto de lei do mercado interno do Reino Unido, após a União Europeia (UE) e os governos autónomos britânicos afirmarem que a medida prejudica o acordo do Brexit.

10 Set 2020 / 10:50 H.

Segundo, Johnson citado pela Angop o texto "é uma rede de segurança necessária" para proteger o país de "interpretações extremas ou irracionais" do protocolo da Irlanda do Norte.

Neste contexto a Comissão Europeia anunciou que vai convocar "o mais rápido possível" uma reunião do comité conjunto UE-Reino Unido encarregado de supervisionar a implementação do tratado de saída.

Para Ursula von der Leyen, "Isto violaria o direito internacional e minaria a confiança”, mostrando-se "muito preocupada com o anúncio do governo britânico sobre as intenções de quebrar o acordo" de saída.