Bolsonaro denunciado por genocídio no Tribunal Penal Internacional de Haia

O presidente do Brasil foi acusado de genocídio no Tribunal Penal Internacional de Haia. A notícia foi avançada pela imprensa brasileira.

Luanda /
27 Jul 2020 / 10:31 H.

Mais de 60 sindicatos e movimentos sociais, maioria de profissionais de saúde, pedem a condenação do Jair Bolsonaro por genocídio.

O documento com 64 páginas foi entregue neste domingo.

Os denunciantes argumentam que o presidente do Brasil praticou crimes contra a humanidade por incentivar acções que aumentam o risco de contágio do novo coronavírus.

Apontam, ainda, erros nas medidas adoptadas para proteger as minorias.