Antigo presidente da Índia morreu aos 84 anos após contrair COVID-19

Em 2012, Mukherjee assumiu a Presidência da Índia, permanecendo no cargo até 2017

Luanda /
31 Ago 2020 / 16:16 H.

O antigo presidente indiano Pranab Mukherjee, um veterano da política com grande reputação de negociador, morreu hoje aos 84 anos, depois de ter contraído COVID-19, informou a sua família.

Originário de Bengala, no nordeste da Índia, Pranab Mukherjee era um protegido da ex-primeira-ministra Indira Gandhi, que foi assassinada em 1984.

Pranab Mukherjee, do Partido do Congresso, tornou-se o braço direito do primeiro-ministro Manhoman Singh (2004-2014), servindo sucessivamente como ministro da Defesa, Negócios Estrangeiros e depois Finanças, ganhando a reputação de negociador de destaque.

Pranab Mukherjee, do Partido do Congresso, tornou-se o braço direito do primeiro-ministro Manhoman Singh (2004-2014), servindo sucessivamente como ministro da Defesa, Negócios Estrangeiros e depois Finanças, ganhando a reputação de negociador de destaque.

Em 2012, Mukherjee assumiu a Presidência da Índia, permanecendo no cargo até 2017.

O atual primeiro-ministro Narendra Modi, do rival partido nacionalista Bharatia Janaty, disse no Twitter que Pranab Mukherjee era "admirado por toda a classe política" e que deixou "uma marca indelével na trajectória de desenvolvimento" da Índia.

A Índia é o quarto país do mundo com mais caos da COVID-19 registados, contando mais de 3,6 milhões infectados e 64.469 mortos.