Capitólio dos EUA: Donald Trump acusado de instigar tentativa de golpe de estado

A primeira audiência pública da comissão de inquérito do Congresso dos Estados Unidos que investiga o ataque contra o Capitólio, teve lugar na quinta-feira, 9, naquele país.

Angola /
10 Jun 2022 / 09:40 H.

A audiência é a primeira de uma série de outras agendadas para este mês, onde irão depor membros da administração e familiares do antigo presidente Donald Trump.

Contudo, serão revelados mais detalhes sobre o ataque ocorrido a 6 de Janeiro do ano passado.

Segundo o representante democrata Bennie Thompson, que preside à comissão de inquérito, o assalto ao Capitólio não foi um acidente mas sim “o culminar de uma tentativa de golpe” do antigo presidente com vista a impedir os resultados eleitorais para permanecer no poder. Donald Trump foi também responsabilizado na audiência pela instigação de grupos extremistas de extrema-direita que participaram no ataque.

No tocante às alegações de fraude do antigo presidente, o Procurador - geral norte-americano William Barr afirmou que tinha informado Donald Trump que não existiam indícios de fraude eleitoral.

Imagens inéditas divulgadas na audiência mostram o caos que se instaurou no edifício e a violência dos conflitos entre os apoiantes do antigo presidente e as forças policiais.

Temas